top of page
  • Foto do escritorNishi

Os tiros de 400 metros

Foram 23 tiros de 400m em 1m30s cravadinhos, todos com intervalo de 1m30s sem roubar nada e agora só faltavam 2 tiros! Só 2 tirinhos!



O problema é que esse intervalo, que era até confortável no começo, agora parecia rodar em velocidade x4, como a gente faz com aqueles vídeos de review de tênis no YouTube que tem 1 hora de duração, e temos que ficar acelerando pra procurar a informação que queremos. Os batimentos simplesmente não baixam e eu ainda tô arfando que nem foca perdida em uma sauna úmida. E as pernas estão duras que nem concreto, vai ser difícil fazer! O último já foi bem no limite do limiar das profundezas dos meus pulmões.


Saio. Com 20 metros eu já percebi que não vai dar. Insisto. Na metade da primeira curva já tô com vontade de vomitar. Seguro, abro a primeira reta parecendo uma Kombi com um jogo monstruoso na direção, não consigo correr reto mas ok, fechei os primeiros 200m e ainda tô no jogo, passagem para 44s45. Só que essa segunda curva tá parecendo inclinada demais, quase tropeço no tijolinho de dentro, tento desviar pra compensar e abro a última reta na raia 2 sem saber direito como fui parar lá. Eu sei que eu estou um pouco mais lento que os primeiros 200m, mas basta ser só um tiquinho mais lento, não muito, só um tiquinho. Insisto. É cadência e ritmo, não é velocidade pura, é só manter. Insisto, insisto, insisto.


Faltam uns 40, 30, 20 metros e a mão tá no relógio pra pegar a marca. Piso em cima da linha e bato: 1m31s88. Perdi tempo demais em algum momento dos últimos 200m.

Tô puto! Que merda é essa? Eu sou corredor de fundo, pra que preciso fazer esse negócio de tiro curto? Tô mais puto ainda por estragar tudo no penúltimo tiro, filhodaputa, eu tava quase vomitando mas acho que dava, pô! Dava, tenho certeza que dava, era só alongar um pouco a passada, só pode ter sido aquela curva maldita. Ahhh!!


Tento respirar fundo, mas tô hiperventilando ainda. Olho no relógio achando que faltaria ainda uns 60 segundos pro último tiro e na verdade já tá na hora de sair. Não, não é possível, pô! Os meus bpms estão mais altos do que quando terminei o 24º tiro, caraca! Não vai dar. Perna, concreto, respiração, foca, tô ferrado. Mas vou.


Tudo de novo. Saio e no final da curva já vem a vontade de vomitar, devo ter saído muito forte por causa da raiva do último tiro, vou tentar dar uma seguradinha na primeira reta e fazer força só na última, mas o problema é que mesmo segurando eu já tô fazendo uma força dos infernos e a curva não chega, caramba!!


Passo os 200m pra... não consigo ver, tá tudo embaçado, peraí, porque o meu calcanhar tá passando do lado da minha orelha e...

...

Escuro.

...

Luz.

...

Abro os olhos. Estou no céu? Não, é o sol mesmo. Tem gente gritando pra abrir espaço. Tento me mexer enquanto tento lembrar o que aconteceu. Depois me contam que eu caí no final da reta. Acho que tropecei no meu próprio pé, sei lá, só sei que tô ralado até na batata da perna.

Olho o pulso. 1m29s...30s... bato o lap. De novo o 1m31m88, só que desta vez eu tô parado e deitado do outro lado da pista. O pessoal ao redor, ao invés de pausar meu relógio, foram buscar água, malditos. Não vou conseguir fechar os 25 tiros no tempo, porra! Tô puto de novo. E cansado.


Bebo a água que me dão. Vomito tudo e mais um pouco, não deu tempo de sair da pista. Lavei a raia 1, não é só água, é gel, pão e sei lá mais o que, eca!!! Da próxima vez eu paro no 23º tiro, não ferro o treino da galera, não fico todo ralado, vou poder treinar no dia seguinte (amanhã não vai rolar correr) e tenho certeza que o treinador vai entender.

Mas... e eu? Vou conseguir não tentar o 24º? O 25º? 400 pra 1m30s, batidinho, não é tão difícil assim, vai!

173 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments


Dalton Iwazaki
Dalton Iwazaki
Apr 21, 2023

"por que o meu calcanhar tá passando do lado da minha orelha" 🤣

Like
Replying to

😄😄😄😄

Like
bottom of page