top of page

Quantos brasileiros correram a Meia de Buenos Aires?

Prova argentina tem grande tradição de atrair corredores brasileiros

A meia-maratona de Buenos Aires é uma prova que atrai grande número de brasileiros há anos e claro, só descobri isso quando comecei a correr provas mais longas e trabalhar na revista Contra-Relógio. Há vários motivos para isso: a temperatura é sempre amena (em 2023 a temperatura média ficou na casa de 10 graus), percurso plano (que inclusive foi modificado este ano), cidade com ares europeus, boa comida (carne absurdamente boa), alfajores, doce de leite, bons vinhos, boa cerveja, é perto pra pelo menos metade dos brasileiros (o parte aérea fica cara para quem mora no norte e nordeste) e agora, em que o país está em crise econômica, o real está super valorizado em relação ao peso fazendo com que a viagem fique relativamente barata, ou seja, vale a pena.


Faz tempo que não consigo apurar quantos brasileiros completaram a prova portenha, mas há números do passado que comprovam isso. Em 2010, a prova contou com 10 mil inscritos e entre eles, haviam 1.184 brasileiros (pouco mais de 10%). Cinco anos depois, os 21 km pularam para 17 mil inscritos no total e 3 mil brasileiros (cerca de 20%).


Número concreto mesmo, com número de concluíntes, só consegui o de 2018, em que a prova contou com 16.073 concluíntes, sendo destes, 1.278 eram brasileiros, ou seja, cerca de 8% do total.

Este ano, a organização afirmou ter 23 mil inscritos e entre eles, 1.500 brasileiros. Com a publicação final dos resultados (veja aqui), podemos ver que a prova de 2023 contou com 20.648 corredores, mas a lista de resultados impossibilita que possamos organizar por país e, dessa forma, ficou inviável saber quantos brasileiros cruzaram a linha de chegada, mesmo tentando acrobacias com o Excel e tudo mais.


Como tenho alguns amigos próximos da organização, pedi para que tentassem com eles se informar a respeito desse número, que acabou chegando por aqui: 1.288 brasileiros entre os mais de 20 mil concluíntes, ou seja, 6% do total.

A "quebra" de corredores, que é a diferença entre o número de inscritos e número de concluíntes, está dentro do previsto - próxima de 10%, algo normal. Tem gente que se inscreve e não consegue viajar ou se lesiona entre outros motivos.


De qualquer forma. o número de corredores brasileiros nos 21 km de Buenos Aires não tem aumentado em relação a anos anteriores e podemos conjecturar sobre isso. Há alguns anos, os 21 km de BsAs eram realizados no mesmo final de semana em que havia o feriado de 7 de setembro no Brasil, muitas vezes feriado prolongado e isso favorecia a viagem de brasileiros para a Argentina. Outro motivo pode ser o aumento enorme de provas de 21 km oferecidas no Brasil. Eu sou do tempo em que vc podia contar no dedo a quantidade de meias-maratonas disputadas no país. Agora é impossível, deve ter uma a cada final de semana...


Mesmo com mais provas de 21 km no Brasil e de não haver mais o feriado prolongado, acho que todo mundo deveria correr ou a meia ou a maratona de Buenos Aires ao menos uma vez na vida. É uma viagem que vale muito a pena fazer por todos motivos apontados no primeiro parágrafo deste texto. Tenho certeza que você não vai se arrepender.

221 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page