top of page

Justino Pedro da Silva é campeão pan-americano de maratona



Com o tempo de 2h16m15s, o pernambucano Justino Pedro da Silva venceu, neste domingo (19), a 42K CAF Caracas, conquistando, assim, o Campeonato Pan-Americano de Maratona, disputado em Caracas, na Venezuela. Além de Justino, o Brasil foi representado no Pan-Americano pela também pernambucana Mirela Saturnino de Andrade, que terminou na terceira colocação feminina, com o tempo de 2h42m17s. Ambos são atletas da APA-Petrolina (PE).


A 42K CAF Caracas teve largada no Parque Los Caobos, e Justino correu sempre no pelotão da frente. Ele assumiu a liderança no Km 36 e manteve a posição até cruzar a linha de chegada. A prova, que teve 26 atletas de 11 países disputando o título pan-americano, aconteceu sob uma temperatura média de 18 graus, com 80% de umidade e numa altitude de 900 metros acima do nível do mar. A maratona teve a participação de 1.700 atletas, enquanto a meia maratona reuniu mais de três mil corredores.


“Foi uma prova muito boa. Eu corri com cautela porque todos os que estavam ali têm resultados expressivos. A partir do Km 36 eu decidi sair e ataquei na hora certa. Pensei em muitas coisas, na minha família, no Brasil todo assistindo, algumas vezes senti dor, mas consegui superar”, disse Justino Pedro da Silva, de 37 anos. “Eu não estava 100%, mas decidi vir. Há uma mês corri a Maratona de Sevilha, com a melhor marca da minha vida, com 2h12m38s, e ainda não estava totalmente recuperado, mas por ser uma convocação para a seleção brasileira, eu quis vir e deu tudo certo. Estou muito feliz pelo resultado. Gratidão é a palavra”.


Campeão quer vaga nas Olimpíadas de Paris


Justino tem como seu maior objetivo ser um dos três maratonistas brasileiros que podem estar nas Olimpíadas de Paris, no ano que vem. Para participar dos Jogos, o pernambucano precisa conseguir uma marca abaixo de 2h08m10s ou figurar entre os mais bem colocados no ranking da World Athletics durante o período do ranking até 30 de abril de 2024. A próxima prova de Justino será a Maratona do Rio, em junho, quando tentará o tricampeonato.


O segundo colocado na prova masculina foi o paraguaio Derlys Ayala, com 2h16m28s, e o terceiro, o argentino Pedro Luiz Gómez, com 2h16m51s. No feminino, a vitória foi da venezuelana Magaly Garcia, com 2h36m06s, seguida pela peruana Rocio Cantara, com 2h37m19s.


Iúri Totti

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page