top of page

Boas marcas feitas no Adizero: Road to Records 2023

Atualizado: 1 de mai. de 2023

Evento fechado apenas para atletas da Adidas na sede da marca gerou bons tempos, exceto na meia-maratona em que as marcas ficaram a desejar

Aconteceu hoje. 29/04/22, na sede da Adidas em Herzogenaurach, a terceira edição do evento Adizero Road to Records, com transmissão ao vivo no canal do Youtube da marca alemã (leia aqui mais detalhes).

Ao contrário do que aconteceu nas duas outras edições, como as de 2021 e 22, não houve quebras de recordes mundiais, mas rolou alguns recordes nacionais e marcas como a de mais rápida Sub20 anos na vitória nos 5 km da etíope Medina Eisa (14:46), que chegou na frente da Senbere Teferi, a vencedora do evento por dois anos consecutivos. A brasileira Jenifer do Nascimento foi a décima colocada na prova, completando em 16:10, muito próximo do seu recorde pessoal em pista de atletismo, que é 16:05. Já a prova de 10 km teve uma excelente performance da etiope Senayet Getachew, que mesmo sendo a 5ª colocada, fez a melhor marca do mundo sub 20 anos.


Também vimos outros favoritos não conseguindo vencer suas provas, como foi o caso do etíope Yomif Kejelcha, que por um descuido, chegou atrás de Birhanu Balew, do Barein, na linha de chegada da prova de 5 km masculina com 13:06 (vídeo abaixo do perfil da RunIX no Instagram). Também foi o caso do queniano Kibiwott Kandie, que foi o segundo colocado nos 10 km, vencidos pelo seu compatriota Sabastian Sawe, que fez 26:49, quinta melhor marca da história.

Assim como já havia acontecido nos anos anteriores, a prova de 21 km não teve resultados relevantes no que diz respeito ao padrão de elite internacional de primeiro time, de modo que eu acho que eles deveriam cortar a distância para as próximas edições, se acontecerem, claro. Veja bem. O primeiro homem da meia-maratona venceu com 1:00:04 . Se é um evento para vermos quebra de marcas, devo lembrar que marca masculina bacana na meia é coisa de 59 minutos pra baixo, pois o recorde mundial masculino é 57:31. A prova feminina dos 21 km viu a primeira mulher vencer com 1:07:44, quando o ideal seria ver algo em torno de 1:05, já que a melhor marca do mundo é 1:02:52.

 

Continua depois do anúncio


 

Além do fato do evento ser limitado a atletas que são patrocinados pela marca, também houve certa limitação em relação a obtenção de excelentes resultados que honre o nome do evento porque o pessoal relatou que as condições não eram as melhores, por causa do vento e o percurso, que é feito em um loop na sede da Adidas com muitas curvas.


Veja abaixo os recordes nacionais que aconteceram lá:


5 km masculino

Birhanu Balew (Barein) 13:06

Rodrigue Kwizera (Burundi) 13:11

Ryan Mphahlele (África do Sul) 13:24

10 km feminino

Angelika Mach (Polônia) 34:01

Chiu Lo Ying (Hong Kong) 36:55


CONFIRA OS RESULTADOS

Feminino

5km 1 Medina Eisa (ETI) 14:46 2 Senbere Teferi (ETI) 14:46 3 Girmawit Gebrzihair (ETI) 14:48 4 Lemlem Nibret (ETI) 14:57 5 Yalemget Yaregal (ETI) 15:00

10km 1 Irine Jepchumba Kimais (QUE) 30:23 2 Fotyen Tesfay (ETI) 30:26 3 Agnes Jebet Ngetich (QUE) 30:27 4 Janeth Chepngetich (QUE) 30:28 5 Senayet Getachew (ETI) 30:34

Half marathon 1 Bertukan Welde (ETI) 1:07:44 2 Nigsti Haftu (ETI) 1:07:44 3 Dera Dida (ETI) 1:07:47 4 Anchinalu Dessie (ETI) 1:07:59 5 Ayinadis Teshome (ETI) 1:08:10

MEN

5km 1 Birhanu Balew (BAR) 13:06 2 Yomif Kejelcha (ETI) 13:06 3 Rodrigue Kwizera (BDI) 13:11 4 Addisu Yihune (ETI) 13:22 5 Ryan Mphahlele (RSA) 13:24

10km 1 Sabastian Sawe (QUE) 26:49 2 Kibiwott Kandie (QUE) 26:53 3 Nicholas Kipkorir Kimeli (QUE) 26:54 4 Rhonex Kipruto (QUE) 27:09 5 Levy Kibet (QUE) 27:14

Half marathon 1 Tadese Takele (ETI) 1:00:04 2 Josphat Chumo (QUE) 1:00:08 3 Roncer Kipkorir (QUE) 1:00:08 4 Mathew Kimeli (QUE) 1:00:16 5 Kennedy Kimutai (QUE) 1:00:24


Os resultados completos do evento está no site da World Athletics (veja aqui)

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Evandro C
Evandro C
Apr 29, 2023

Seria interessante se tive o modelo do tênis de cada corredor😄

Like
bottom of page