top of page

É ridícula a lista de maratonistas quenianos que foram pré-selecionados para Paris 2024

Atualizado: 21 de dez. de 2023

O Comitê Olímpico do Quênia selecionou 20 atletas que podem representar o país nos Jogos Olímpicos do ano que vem. O difícil será escolher quem estará dentro...

time queniano de maratonistas nos Jogos de Paris 2024
Maratonistas nos Jogos de Tóquio 2020. O Quênia tem medalha de ouro na maratona olímpica desde 2016

Todo mundo sabe que é uma tarefa muito árdua escolher os atletas que irão representar o Quênia em maratonas olímpicas, mas não porque há escassez de bons maratonistas, mas sim, pelo excesso deles. Para ajudar na escolha, o Comitê Olímpico Queniano montou uma lista de 20 atletas pré-selecionados, 10 homens e 10 mulheres, para decidir em janeiro quais serão os representantes quenianos na prova mais nobre do atletismo.


O responsável pela seleção é Paul Mutwii, diretor de competição da Federação Queniana de Atletismo, que já disse anteriormente que lições preciosas foram aprendidas no Mundial de Budapeste, competição em que o Quênia sequer subiu no pódio da maratona. Uma das lições foi decidir com boa antecedência os selecionados para que esses possam focar na prova olímpica (se bem que já sabemos que Kiptum irá correr Roterdã e o pessoal não costuma abrir mão do cachê das provas do primeiro semestre).


A seleção de nomes é extremamente importante já que o Quênia tem medalha de ouro na maratona, tanto no masculino como no feminino, nos Jogos do Rio 2016 e Tóquio 2020 e, podem emplacar o lugar mais alto do pódio pela terceira vez consecutiva.

Confira os pré-selecionados abaixo, com os melhores tempos recentes e recordes pessoais, para você ver como essa pré-seleção ficou “ridícula” e, logo depois, quem eu acho que será selecionado para o time.


HOMENS

ATLETA

IDADE

TEMPO RECENTE

RECORDE PESSOAL

Kelvin Kiptum

24

2:00:35 (Chicago 2023)

2:00:35 (Chicago 2023)

Eliud Kipchoge

39

2:02:42 (Berlilm 2023)

2:01:09 (Berlim 2022)

Vincent Ng'etich

24

2:03:13 (Berlim 2023)

2:03:13 (Berlim 2023)

Timothy Kiplagat

30

2:03:50 (Roterdã 2023)

2:03:50 (Roterdã 2023)

Benson Kipruto

32

2:04:02 (Chicago 2023)

2:04:02 (Chicago 2023)

Bernard Koech

35

2:04:09 (Hambrugo 2023)

2:04:09 (Hambrugo 2023)

Geoffrey Kamworor

31

2:04:23 (Londres 2023)

2:04:23 (Londres 2023)

Cyprian Kotut

31

2:04:34 (Amsterdã 2023)

2:04:34 (Amsterdã 2023)

Amos Kipruto

31

2:04:49 (Berlim 2023)

2:03:13 (Tóquio 2022)

Titus Kipruto

25

2:05:32 (Tóquio 2023)

2:04:54 (Amsterdã 2022)

MULHERES

ATLETA

IDADE

TEMPO RECENTE

RECORDE PESSOAL

Ruth Chepng'etich

29

2:15:37 (Chicago 2023)

2:14:18 (Chicago 2022)

Rosemary Wanjiru

28

2:16:28 (Tóquio 2023)

2:16:28 (Tóquio 2023)

Joycilline Jepkosgei

29

2:17:23 (Chicago 2023)

2:17:23 (Chicago 2023)

Sheila Chepkirui

32

2:17:49 (Berlim 2023)

2:17:29 (Valência 2022)

Peres Jepchichir

30

2:18:38 (Londres 2023)

2:17:16 (Valência 2020)

Judith Jeptum Korir

27

2:20:41 (Londres 2023)

2:18:20 (Eugene 2022)

Seley Chepyego

38

2:20:03 (Barcelona 2023)

2:20:03 (Barcelona 2023)

Hellen Obiri

33

2:21:38 (Boston 2023)

2:21:38 (Boston 2023)

Sharon Lokedi

29

2:27:33 (Nova York 2023)

2:23:23 (Nova York 2022)

Brigid Kosgei

29

2:27:45 (Nova York 2023)

2:14:04 (Chicago 2019)

Lembre que recorde pessoal não é tudo - é necessário ser bom em provas em que o que vale é a posição afim de pegar a medalha e prova olímpica não tem coelhos - é competição pura. Dito isso, em quem eu aposto que estará em Paris no ano que vem?

Equipe masculina - Eliud Kipchoge, Kenvin Kiptum, Amos Kipruto e Geofrey Kamworor de reserva

Equipe feminina - Ruth Chepeng'etich, Peres Chepchirchir, Brigid Kosgei e Rosemary Wanjiru de reserva.

704 visualizações0 comentário
bottom of page